ADSORÇÃO DO CORANTE RBBR REMAZOL BRILLIANT BLUE REACTIVE POR BAINHA DO PALMITO PUPUNHA IN NATURA

Karine Thaise Rainert, Juliane Andressa Chicatto, Marcel Jefferson Gonçalves, Deise Altmajer Vaz, Lorena Benathar Ballod Tavares

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo estudar a adsorção do corante têxtil RBBR (Remazol Brilliant Blue Reactive) utilizando como material adsorvente, bainhas obtidas durante o beneficiamento de palmito pupunha (Bactris gasipaes Kunth). Foram avaliados parâmetros de adsorção cinéticos de dados obtidos de ensaios realizados em frascos agitados (50 rpm) contendo 100 mL de solução corante (50 mg.L-1 em pH 6,2) e 2,0 g de adsorvente mantidos a 28 °C por 48 h. De modo semelhante foram realizados estudos isotérmicos de equilíbrio de adsorção a 28 °C e 45°C, para o tempo de contato de 8 h, em soluções corantes de 20-100 mg.L-1, pH 6,2. O tempo para o equilíbrio foi de 8 h, com os dados ajustada aos modelos cinéticos de pseudo primeira ordem e de pseudo segunda ordem, sendo que para este último foi obtido o melhor ajuste (R² = 0,998). Os dados de equilíbrio foram ajustados aos modelos isotérmicos de Langmuir e Freundlich, com elevados coeficientes de correlação e coeficientes de determinação. A eficiência máxima de remoção de corante foi de 85% a 28 °C. Portanto, o resíduo de bainha de pupunha mostrou ser um material promissor para a adsorção do corante RBBR.


Texto completo:

pdf

Referências


BARCELLOS et al., 2009; CARDOSO, 2010; CARVALHO; FUNGARO; IZIDORO, 2010; CEGARRA, 2000; CHIANG; WU, 2010; COSTA, 2009; GONÇALVES et al., 2007; GUARANTINI; ZANONI, 2000; HONORATO et al., 2015; HOSSEINI-BANDEGHARAEI et al.,2010; ISAH et al., 2015; KUNZ et al., 2002; MENEZES, 2010; MEMON; MEMON, 2012; RAHCHAMANI et al., 2011; ROCHA et al.,2012; SILVA, 2010; STROHER, 2010; UGURLU; KARAOGLU, 2011; YIN et al., 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.