“CORANTE DIRETO NÃO PRESTA!”, MITO OU VERDADE? VANTAGENS E DESVANTAGENS EM DUAS CORES DESENVOLVIDAS COM CORANTES DIRETOS E REATIVOS

Bruno Matheus Monteiro de Vasconcellos Alves, Custodia Fernanda Pereira Gonçalves, Jorge Marcos Rosa, Mauricio Campos Araujo

Resumo


Foram estudadas duas cores, sendo uma clara e a outra escura, com duas classes de corantes, diretos e reativos. As cores desenvolvidas com corantes diretos levaram vantagem no consumo de água, 10 L kg-1 a menos, e também no consumo de energia, sendo 2,40 · 104 J em energia elétrica e 8,36 · 104 J em energia térmica a menos do que as cores desenvolvidas com os corantes reativos. Nos índices de solidezes testados, os corantes reativos obtiveram melhores resultados somente na solidez à água para a cor Cacau (escura). Os índices de solidez à luz apresentados pelas cores desenvolvidas com os corantes diretos apresentaram melhores resultados nas duas cores estudadas.

Texto completo:

PDF

Referências


ABIQUIM: Aplicações: Usos de corantes, pigmentos e branqueadores ópticos. Disponível em http://abiquim.org.br/corantes/cor_aplicacoes.asp. Acessado em Fevereiro de 2017.

ABNT NBR ISO 105-B02:2007. Ensaio de solidez da cor. Parte B02: Solidez da cor à luz artificial: Ensaio da lâmpada de desbotamento de arco de xenônio.

ABNT NBR ISO 105-E01:2014. Ensaio de solidez da cor. Parte E01: Solidez da cor à água.

BROADBENT, A. D.: Basic Principles of Textile Coloration, Society of Dyers and Colourists, UK, 568 p., 2001.

CHEN, L.; WANG, B.; RUAN, X.; CHEN, J.; YANG, Y.: Hydrolysis-free and fully recyclable reactive dyeing of cotton in green, non-nucleophilic solvents for a sustainable textile industry. Journal of Cleaner Production 107, p. 550-556, 2015.

CUNHA, A. C.; PAIXÃO, F. M.; SOUZA, M. C. B. V.; FERREIRA, V. F.: Cloreto isocianúrico e cloreto cianúrico: aspectos gerais e aplicações em síntese orgânica. Química Nova 29(3), p. 520-527, 2006.

DARUWALLA, E. H., D'SILVA, A. P.: Heats of Dyeing of Direct Cotton Dyes on Cellulose: A New Thermodynamic Approach to the Determination of Activity of Direct Dyes in Cellulose. Textile Research Journal 33(1), p. 40-50, 1963.

FERREIRA, M. G. G., COSTA, R. M., BEZERRA, R. N., SOUZA, S. A., NUNES, S. D. P., FILETI, A. M. F., ROSA, J. M.: Estamparia Digital - Parte I: Estudo Comparativo entre Processos de Desengomagens Enzimática e Oxidativa em Tecidos Planos de algodão 100%. Química Têxtil, v. 119, p. 44-53, 2015.

GUARANTINI, C. C. I.; ZANONI, M. V. B.: Corantes Têxteis. Química Nova 23(1), p. 71-78, 2000.

JOHNSON, A. (Ed.): The theory of coloration of textiles, 2nd Edition, Society of Dyers and Colourists, UK, 275 p., 1989.

LADCHUMANANANDASIVAM, R.: Processos Químicos Têxteis Volume III – Tingimento Têxtil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2ª Edição, 165 p., 2008.

LYKIDOU, S.; KARANIKAS, E.; NIKOLAIDIS, N; TSATSARONI, E.: Azo reactive dyes: ultrafiltration and application to cotton by exhaustion and digital ink-jet printing. Textile Research Journal 86(8), p. 823-826, 2015.

LEITE, A. D.; BARCO, L.; BARROS, N. B.; ARAUJO, M. C.; ROSA, J. M.; TAMBOURGI, E. B.; SANTANA, J. C. C.: Assessment of the Total Organic Carbon and Conductivity in Consecutive Dyeings with Reactive Dyestuffs Using Treated Effluent by UV/H2O2 Photocatalysis. Journal of Chemistry and Chemical Engineering 8, p. 139-144, 2014.

MENDONÇA, J. E. B.; BARROS, A. A. C.; TAMBOURGI, E. B.; SANTANA, J. C. C.; ROSA, J. M.: Estudo sobre variações de tonalidade em peças confeccionadas de algodão tingida com corantes reativos. Química Têxtil, v. 121, p. 46-58, 2016.

MORELL, J. V., MARTÍN, J. R. S.: Problemas de tintorería. Editora: Golden Química, São Paulo, 171 p., 2005.

MOSCA, M.: Agenda de Prioridades Têxtil e Confecção - 2015 a 2018. ABIT - Associação Brasileira da Indústria Têxtil. Disponível em http://www.abit.org.br/conteudo/links/publicacoes/agenda_site.pdf, acessado em janeiro de 2017.

PICCOLI, H. H.: Determinação do Comportamento Tintorial de Corantes Naturais em Substrato de Algodão. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina, SC, 2008.

PRADO, M.V.: Brasil Têxtil - Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira. Instituto de Estudos e Marketing Industrial LTDA - IEMI, 2007.

____________: Brasil Têxtil - Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira. Instituto de Estudos e Marketing Industrial LTDA - IEMI, 2011.

____________: Brasil Têxtil - Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira. Instituto de Estudos e Marketing Industrial LTDA - IEMI, 2015.

PORTER, J. P., PERKINS, W. S., LIMB, Y.: The Thermodynamics of Sorption of Three Direct-Dye Mixtures on Cellulose. Textile Research Journal 40(8), p. 704-711, 1970.

ROSA, J. M.; TAMBOURGI, E. B.; SANTANA, J. C. C.; ARAUJO, M. C.; MING, W. C.: Development of colors with sustainability: a comparative study between dyeing of cotton with reactive and vat dyestuffs. Textile Research Journal 84(10), p. 1009-1017, 2014.

ROSA, J. M.; FILETI, A. M. F.; TAMBOURGI, E. B.; SANTANA, J. C. C.: Dyeing of cotton with reactive dyestuffs: the continuous reuse of textile wastewater effluent treated by Ultraviolet/Hydrogen peroxide homogeneous photocatalysis. Journal of Cleaner Production 90, p. 60-65, 2015.

SALEM, V.: Tingimento Têxtil: Fibras, Conceitos e Tecnologias, Ed. Blucher, São Paulo, 300 p., 2010.

SEKAR, S.; SURIANARAYANAN, M.; RANGANATHAN, V.; MACFARLANE, D. R.; MANDAL, A. B.: Choline-Based Ionic Liquids-Enhanced Biodegradation of Azo Dyes. Environmental Science & Technology 46(9), p. 4902-4908, 2012.

SHORE, J.: Colorants and auxiliaries, 2nd Edition, Society of Dyers and Colourists, UK, 960 p., 2002.

SILVA, B. B.; CUSTÓDIO, V.; PESSOA, E.; COIMBRA. J. L.; NEUMAN, V.;

JACUBAVICIUS, C.; FADINI, R.; SILVA, S. S.; RODRIGUES, V. B.; ROSA, J. M.: Processos Produtivos Têxteis II, SENAI-SP, Escola SENAI Francisco Matarazzo, 298 p., 2011.

SMITH, B.: Dead Cotton Coverage of Direct Dyes. Textile Research Journal 61(4), p. 226-231, 1991.

TRINDADE, N. B.: Tingimento com pigmento natural: um estudo empírico para redução do consumo de água utilizando máquina de lavanderia em peças comfeccionadas com matéria prima 100% algodão. Dissertação. Programa de Mestrado em Ciências, Modalidade Têxtil e Moda, EACH-USP, Escola de Artes Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo, 70 p., 2016.

ZOLLINGER, Z.: Color Chemistry: Syntheses, Properties and Applications on Organic Dyes and Pigments. 3rd Edition, Verlag Helvetica Chimica Acta, Zürich, Switzerland, 637 p., 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.